4 razões estudar em tempos de crise!

A palavra em chinês que define “crise” é composta por dois caracteres: um simboliza “perigo”, e o outro “oportunidade”. Muitas vezes, ficamos assustados em um período de crise, sem saber como reagir. Enfrentar uma crise nunca é fácil, mas quem tem coragem de encarar o perigo cria muitas oportunidades para o futuro. Por isso, estudar em tempos de crise é uma das atitudes mais sábias diante de um cenário difícil.

Se você tem dúvidas sobre a importância de tomar esse passo, separamos 4 razões que farão você repensar sobre investir nos estudos durante a crise. Confira!

estudar em tempos de crise
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn
estudar em tempos de crise

1. Aumentar a sua competitividade no mercado

Uma pesquisa realizada pelo Núcleo Brasileiro de Estágios (Nube), em 2015, constatou que 46,06% dos jovens brasileiros alegm “ter encontrado dificuldades de ingressar ou progredir no mercado de trabalho por conta das poucas ofertas e do alto índice de candidatos qualificados.”

Enquanto o mercado encolhe, a concorrência cresce. A Organização Internacional de Trabalho (OIT) prevê um aumento de 15,5% de jovens entre 15 e 24 sem colocação no mercado de trabalho. Estes são os jovens que acreditam que não precisam melhorar sua capacitação.

Logo, investir nos estudos não é apenas um diferencial: é uma decisão imprescindível para você sobressair perante os demais candidatos.

estudar em tempos de crise
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn
estudar em tempos de crise

2. Conseguir aproveitar melhor as oportunidades

Enquanto muitos preferem ficar em empregos estagnados — e se satisfazem com isso —, quem opta por investir nos estudos e ter uma qualificação melhor diminui as chances de ficar desempregado.

Embora a crise tenha elevado o desemprego a 6,9% em todo país, o IBGE divulgou um estudo mostrando que entre 2014 e 2015 o número de jovens contratados subiu 21% no mercado de trabalho.

3. Aproveitar as faculdades em promoção

Claro, não estamos falando do tipo de promoção que se encontra no supermercado. Para enfrentar esse período mais difícil pelo qual todos passamos, muitas faculdades têm facilitado cada vez mais o pagamento dos estudos para o aluno.

Se você precisa conciliar o pagamento de uma faculdade com demais gastos, na ASA você pode parcelar esse investimento usando o PEP (Parcelamento Estudantil Próprio). Com essa ajuda, você pode pagar até 50% da mensalidade enquanto estuda e o restante só depois de se formar.

Além disso, existem outros tipos de descontos ou bolsas. A crise é um bom momento para pesquisar e negociar as melhores opções. No futuro, quando o país voltar aos eixos na economia, você já estará em vantagem diante de quem teve medo de investir nos estudos no período de crise.

Successful business man with piggy bank holding thumbs up in office
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn
estudar em tempos de crise

4. Investir nos estudos fará seu salário subir

Quem decide seguir os estudos até o Ensino Superior ganha até 200% mais que quem parou os estudos no Ensino Médio, segundo estudo do IBGE. Se você já está numa área que gosta e quer crescer dentro da profissão, ter uma formação superior fará com que você alcance cargos melhores e, com isso, salários mais altos.

Mas se você pretende seguir uma carreira diferente do que já faz, os salários vão variar de acordo com a profissão. Entretanto, qualquer curso que você escolher seguir em uma faculdade dará oportunidades de empregos com melhores salários.

Estar preparado para as oportunidades que podem aparecer é estar um passo a frente na fila pela busca de emprego. E como diz o ditado, conhecimento nunca é demais!

E você, preparado para investir nos estudos? Então não deixe de conferir este post que preparamos sobre a importância do planejamento financeiro para pagar a sua faculdade!

Deixe um comentário

Por favor, seja educado. Nós gostamos disso. Seu e-mail não será publicado e os campos obrigatórios estão marcados com "*"